quinta-feira, 4 de julho de 2013

Formula 1 em Cartoons: Rubinho e Vettel

Somente no Brasil é que se pode usar a metáfora automobilística para algo do dia-a-dia. Amarildo, caricaturista do jornal "A Gazeta" de Vitória, no estado do Espirito Santo, publicou no passado dia 30 de junho um cartoon onde falava que as leis no Congresso do Brasil demoravam tanto a serem aprovadas que parecia Rubens Barrichello

E com os protestos na rua, a velocidade de aprovação delas passou a ser tão brusca que parece que os deputados arriscam a ser os maiores rivais na luta pelo quarto título consecutivo de Sebastian Vettel

Ou se preferirem, passou a ser o parlamento mais veloz do mundo...

Estas e muitas outras charges podem ser vistas no seu blog pessoal, que podem seguir neste link. A dica foi do Humberto Corradi.

2 comentários:

TW disse...

Mas em época de eleição, é sempre assim. E só o estão fazendo pelos protestos mesmo.

Augusto Fernandes Sales disse...

O povo brasileiro é, provavelmente o mais exigente e com pouca paciência do mundo no que se refere a seus ídolos no esporte.

Rubens Barrichello, apesar de talentoso - foi duas vezes vice-campeão mundial de Fórmula-1, o que não é pouca coisa - teve a falta de sorte de ingressar na Fórmula-1 logo depois de um período em que o Brasil conquistou oito títulos em 22 anos na categoria. Com isso, os fãs da categoria no Brasil ficaram "mal-acostumados" a sempre brigar pelo título.
Desde a morte de Senna, Barrichello ficou estigmatizado por aqui como "azarado" ou "aquele do qual o carro sempre quebra".

No entanto, o cara mora em Mônaco. Onde moram a grande maioria de seus detratores?