sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Noticias: Sauber anuncia Simona de Silvestro como "piloto afiliado"

Este é o assunto do dia: a suiça Simona de Silverstro aceitou o convite da Sauber de ser "piloto afiliado" e irá testar ao longo de 2014 um carro de Formula 1, com aparições em algumas sessões de sexta-feira ao longo desta temporada. É certo que a Formula 1 deseja uma mulher na competição, e De Silvestro é uma piloto competente na IndyCar. Aos 25 anos de idade - nasceu a 1 de setembro de 1988 - ainda não venceu corridas na competição, mas já têm um pódio - no ano passado, em Houston - e um conjunto de bons resultados, sendo o melhor em 2010, quando foi a "Rookie do Ano" nas 500 Milhas de Indianápolis, e um 13º lugar na geral, na temporada passada.

Antes da Indycar, em 2009, De Silvestro foi terceira classificada na Formula Atlantic.

Este é um grande passo para que eu conquiste um sonho de toda uma vida e estou muito feliz por ter a oportunidade de dar este passo com uma equipa muito boa”, começou por afirmar no comunicado oficial. “A Sauber é uma equipa com um legado e a única marca suíça da Formula 1, o que torna isso ainda mais animador. Não posso deixar de  agradecer à Monisha Kaltenborn e a Peter Sauber pelo apoio deles e pela confiança nas minhas habilidades e por me terem dado esta chance. Estou muito feliz por ter esta plataforma extremamente única para me preparar para este desafio”, concluiu.

Já Kalternborn elogiou De Silvestro e confia nas habilidades da piloto "da casa" para ajudar a alcançar um lugar na próxima temporada. “Depois de quatro anos na IndyCar, a ambição da Simona é entrar na Formula 1 em 2015”, começou por dizer. “Nós a vemos como uma piloto muito talentosa e, por isso, nós decidimos trazê-la para a equipa como 'piloto afiliado' e apoiá-la em sua caminhada rumo ao topo do automobilismo”, concluiu.

Confesso que é a primeira vez que oiço falar na expressão "piloto afiliado", mas isto da Sauber é um bom duplo golpe. É que nos 21 anos que leva de Formula 1, não só nunca teve uma mulher piloto, como nunca teve... um piloto suiço, seja homem ou mulher. Já agora, este acordo não é impeditivo que ela corra na IndyCar nesta temporada, embora vá ter de fazer várias viagens para a Europa, no sentido de efetuar alguns testes.   

6 comentários:

José Wilson Carvalho de Mesquita disse...

O Buemi não é suiço?

Ron Groo disse...

Tomara que não vá testar em aeroporto.

Nuno Cópio disse...

Não deixa de ser uma boa noticia, tanto em termos de marketing quer em termos desportivos, sim é verdade que nunca ganhou uma corrida na Indy mas a vitória da Danica só foi possivel numa corrida que tinha muitos dos melhores fora dessa mesma corrida e tambem não se pode comparar a equipa em que a Danica correu com a que a Simona corria.
No pouco tempo em que a Simona conviveu com a Danica na Indy e com uma equipa inferior de àgua pela barba à Danica. Cada um vê o que quer nisto, eu acompanho a carreira da Simona há açgum tempo e considero-a uma das melhores pilotos da actualidade, de longe muito melhor que a Susie Wolf, e outras que estiveram ligadas à F1 ou mesmo a outras disciplinas de monolugares, infelizmente a outra grande esperança feminina para os monolugares (Beitske Visser) viu a RedBull cortar-lhe as pernas.

Paulo Alexandre Teixeira disse...

José:

Sim, mas ele nunca andou dentro de um Sauber, é isso que quero dizer.

Paulo Alexandre Teixeira disse...

Nuno:

Sobre a Beitske, sei que este ano vai correr na Formula 3 Open, na equipa do Emilio de Vilolta.

Paulo Abreu disse...

A Sauber tem um histórico interessante em dar oportunidades para mulheres em sua equipe.
Teve uma (cujo nome não me lembro) que trabalhou junto do Peter nos primórdios da equipe na F1. Recentemente acolheu a Monisha, que atualmente comanda o team.
Espero que a Simona tenha sorte e venha correr em 2015.