quinta-feira, 22 de março de 2007

O Caso Woolmer

Eu confesso o seguinte: não sei jogar críquete, nem me dou ao trabalho de aprender as regras. Mas sei, pelas notícias, que está a decorrer um Mundial nas Caraíbas. E confesso que nem me daria ao trabalho de escrever estas linhas se não fosse o caso que vou apresentar a seguir:

Bob Woolmer era um inglês que treinava a Selecção do Paquistão. Essa equipa é uma das potências da modalidade, e logo um natural favorito à conquista do título, nesse Mundial de Cricket nas Caraíbas, juntamente com as outras potências: Índia, Austrália, Inglaterra, Africa do Sul, Índias Ocidentais… em suma, tudo que é ex-Império Britânico. Ora, a equipa do senhor Woolmer foi derrotada no passado Sábado, no Estádio Nacional de Kingston, na Jamaica, pela Irlanda (que digamos, seria equivalente a que Portugal fosse derrotado pelo Lichtenstein), levando a que eles fossem eliminados na fase de grupos. Escândalo!

Mas não é só por causa disso que estou a escrever estas linhas. Não. É que este senhor… está morto. Pois é, na manhã a seguir a esta derrota, Bob Woolmer foi encontrado inconsciente no seu quarto de hotel, com vestígios de vómito e sangue na sua casa de banho. Transportado para o hospital central de Kingston, Woolmer morria horas depois. Tinha 58 anos.

O choque foi grande. A polícia jamaicana pôs-se em campo e após três dias de testes ao corpo e ao local, e como não chegaram a uma conclusão definitiva, disseram em conferência de imprensa que a sua morte deve ser considerada como “suspeita”. Agora é que a porca torce o rabo… As especulações falam em suicídio, ou até homicídio. Sim, ninguém gosta de perder, antes de mais com a Irlanda…

Em suma: um caso digno de um belo episódio do CSI Miami. Será que o Horatio Caine e a sua equipa não querem vir à Jamaica dar uma mãozinha à policia local?

2 comentários:

CarloZ disse...

Hoje , dia 23 de marco foi annunciado que Bob Woolmer nao morreu naturalmente mas foi estrangolado ou seja assassionado.
Agora falta saber quem foi?

Speeder_76 disse...

Horatio! Podes vir... e traz aquela boazona da Calleigh contigo, tá bem?