quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Nesta quadra festiva...

Daqui a umas horas, estarei na casa dos meus pais a jantar a Consoada com a minha família, e depois, abrir as prendas de Natal. Em mais alguns dias, chegará o Ano Novo, e 2016 aparecerá com aquilo que conhecemos: Rally Dakar e Rali de Monte Carlo.

O ano de 2015 não foi fantástico em termos de ralis, Formula 1, WTCC ou até a Endurance, pois foram anos de dominio. E quase todos por parte de marcas alemãs (excepto com a Citroen nos Turismos). Mas o "twist" no último caso é que a Audi saiu de cena para dar lugar à Porsche. E ambos pertencem à mesma cidade, se formos pensar bem... Mas no meio de todos os dominios, as vitórias, também teremos os grandes fracassos, como por exemplo a Nissan e o seu projeto de carro com motor à frente e que em Le Mans, com a tração dianteira e sem o motor híbrido, andava... 22 segundos atrás da concorrência. Não admiramos que eles esta semana tenham decidido abandonar a competição na categoria LMP1.

Mas no meio dos dominios e de um certo aborrecimento em algumas categorias, há algumas esperanças. A WEC está a expandir, especialmente na LMP2 e LMP3, e a Formula E está a ser uma competição atraente para as marcas. O anuncio da chegada a Jaguar em 2016-17 é interessante, e há rumores de que a BMW está a pensar sériamente na ideia. Afinal de contas, são eles que fornecem neste momento o Safety Car...

Em termos de pilotos, definitivamente ficamos espantados com Max Verstappen. Claro, Lewis Hamilton é o campeão, e Sebastian Vettel conseguiu conquistar a Ferrari e foi o unico não-Mercedes a ganhar em 2015, mas o piloto de 18 anos, filho de Jos Verstappen, conseguiu calar os criticos e venceu as desconfianças que existiam, sendo o "Rookie Do Ano". A Red Bull sabe que por fim, encontraram alguém tão bom ou melhor do que Sebastian Vettel. Mas claro, para cada um que ganha, as carreiras de mais de dez pilotos são derretidos pelo caminho...

Enfim, a temporada de 2016 poderá haver mais do mesmo, mais domínios. Mas poderá haver coisas diferentes, novos projetos e a ascensão de novos atores. Na Formula 1, por exemplo, a Red Bull terá novos motores, a Renault está de volta, e teremos a novidade da Haas. E no WRC, a Citroen - e talvez a Ford - poderão fazer um ano sabático para se preparar para regressar em força para 2017.

Com este diagnóstico, deixo-vos as minhas Boas Festas e um excelente 2016. E como nem todos comemoram esta data, coloco aqui o titio Spock, personagem interpretada por Leonard Nimoy, que este ano passou à história, "regressando a Vulcano".

1 comentário:

Claudio Guerra disse...

Feliz Natal e Feliz 2016 a todos. Muita saúde, amor, paz, sucesso e felicidades a todos. Abraços. Claudio