quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Youtube Motorsport Testing: O Honda de Formula 1 que nunca aconteceu

A relação da Honda com a Formula 1 é longa, com mais de 50 anos. Primeiro, como construtora, entre 1964 e 68, onde alcançou duas vitórias, com Richie Ginther e John Surtees, e depois entre 1983 e 1992, apenas como fornecedora de motores em equipas como Spirit, Williams, Lotus, McLaren e Tyrrell, onde ajudou a vencer corridas e campeonatos com nomes como Keke Rosberg, Nigel Mansell, Nelson Piquet, Ayrton Senna e Alain Prost, entre outros. E deu a oportunidade a Satoru Nakajima para ter uma carreira na Formula 1, entre 1987 e 1991.

Depois, com a preparadora Mugen (fundada pelo filho de Sochiro Honda), a Honda continuou a fornecer motores ao longo da década de 90 a equipas como Ligier, Jordan e Arrows, entre outros, antes da marca aparecer em força na primeira década do século XXI, em 2006, ao adquirir a BAR, e lá ficar até ao final de 2008, quando saiu da Formula 1 "com o rabo entre as pernas", regressando apenas em 2015, fornecendo motores à McLaren.

Contudo, pelo meio, os engenheiros da Honda nunca deixaram de pensar na Formula 1, mesmo como construtor. Em 1999, pensaram - e testaram - um carro nesse sentido, num projeto liderado por Harvey Postlethwaithe, mas a morte deste, em abril desse ano, vitima de ataque cardíaco, em Barcelona, fez cancelar o projeto. Contudo, alguns anos antes, em 1993, a Honda andou a desenvolver um projeto para a categoria máxima do automobilismo. Mas era algo feito nos tempos livres pelos seus funcionários...

É disto do que se trata deste video: o chassis, batizado de RC100, foi construido de acordo com as especificações da época e foi testado por Nakajima ao longo de 1992 e 93, para tentar convencer a marca de reverter a sua decisão de abandonar a Formula 1 como fornecedora de motores, mas esta nunca teve a aprovação dos dirigentes. O video mostra a demonstração desta experiência que não foi mais do que isso: um exercício da capacidade dos engenheiros da marca japonesa.

1 comentário:

pablo habibe figueiredo disse...

Um dos carros tinha as configurações de 92, com pneus de 18 polegadas e o outro era adaptado aos pneus estreitos que desgraçaram a categoria a partir de 93. O adesivo do Sr Honda dá a entender que estavam usando o V12...