sábado, 13 de agosto de 2016

Os custos de Rio Haryanto na Formula 1

A carreira de Rio Haryanto na Formula 1, o primeiro indonésio na categoria máxima do automobilismo, teve doze corridas de duração. Tendo um 15º posto como o melhor resultado, no Mónaco (o seu companheiro de equipa, Pascal Wehrlein, foi décimo na Áustria), Haryanto foi, em muitos aspectos, o piloto mais lento do pelotão, mas a sua substituição teve mais a ver com o dinheiro do que com os resultados. Haryanto deveria ter metido 15 milhões de euros vindos da Petramina, mas só colocou oito milhões. Claro, não chegou para toda a temporada de 2016.

Este sábado, o jornal Jakarta Post fez uma matéria sobre os custos do piloto nesta sua passagem pela Formula 1. E não foi muito barato: 13.700 dólares por cada volta feita. Multiplica-se por 611 e chega-se a este resultado.

Mesmo com a sua substituição pelo francês Esteban Ocon, a Manor continua a desejar os serviços de Haryanto, tanto que ele vai ser piloto de reserva da equipa, ao lado de Alexander Rossi.   

2 comentários:

Leandro Martins disse...

Absurdo é não dar chance ao Rossi nessa oportunidade! Ele venceu as 500 milhas de Indianápolis, queriam mais o que?

Muito descaso com um piloto que fez tudo pra chegar na Fórmula 1.

Ron Groo disse...

se não me engano, tinha lido que a substituição era esperada. tinha data e tudo.