quinta-feira, 23 de junho de 2016

Endurance: Toyota explica falha mecânica em Le Mans

Quatro dias depois da Toyota ter tido uma falha catastrófica a poucos minutos do final da corrida, a marca japonesa explicou finalmente a razão pelo facto do carro numero 5, então guiado por Kazuki Nakajima ter tido esse problema, impedindo o triunfo da marca japonesa na clássica de La Sarthe. Segundo eles, foi um conector de ar defeituoso entre o turbocompressor e o intercooler, causando a perda de potência.

"O carro numero 5 sofreu um defeito técnico num conector na linha de ar entre o turbocompressor e intercooler, causando uma perda de controle do turbo. A equipa tentou modificar as configurações de controle para restaurar a potência e este acabou por ser alcançada, permitindo que o carro concluisse a última volta. No entanto, foi conseguida demasiado tarde para completar dentro dos necessários seis minutos", começou por dizer a marca japonesa no seu comunicado oficial.

"Atualmente não está exatamente claro porquê essa falha ocorreu, como temos verificado o processo utilizado para produzir a parte aqui em Colónia. Uma análise mais aprofundada será necessária para determinar a causa [desta avaria]. É claro que a questão não tem qualquer relação com os problemas de motor experiemtados em Spa-Francochamps no início desta temporada. Investigações abrangentes estão em andamento na TMG [Toyota Motor Gmbh, em Colónia] para determinar a causa exata para esta questão com o objectivo de estabelecer medidas para evitar qualquer repetição no futuro", concluiu.

Recorde-se que essa falha catastrófica, que aconteceu a quatro minutos do final das 24 horas de Le Mans, impediu a marca japonesa de alcançar uma inédita vitória na clássica prova de La Sarthe. No seu lugar, foi o Porsche numero 2, guiado por Romain Dumas, Neel Jani e Marc Lieb, os grandes vencedores desta prova, alcançada pela 18ª vez, a segunda consecutiva.

3 comentários:

aemonserrate disse...

a marca só não é alemã...

Nuno Cópio disse...

A marca alemã Paulo??? Ou a marca Japonesa sedeada na Alemanha

Paulo Alexandre Teixeira disse...

Desculpem, foi uma distracção. Tanto que mais abaixo escrevi "marca japonesa"... já está corrigido.