sexta-feira, 21 de março de 2008

Formula 1 - Ronda 2, Malásia (Treinos)

Uma semana depois de Melbourne, as coisas continuam mais ou menos na mesma: Lewis Hamilton conseguiu o melhor tempo, com os Ferrari a terem problemas com os seus carros. Mas na primeira sessão de treinos livres não foi assim: os Ferrari foram para a frente, com Felipe Massa a dar mais um segundo a Kimi Raikonnen. Contudo, ambos os caros ficaram parados a meio da sessão, com vários problemas não especificados.

Na sessão da tarde, foram os McLaren a reagir. Lewis Hamilton foi o melhor, apesar da sessão ter sido bastante mais equilibrada, pois o Ferrari de Massa ficaram logo atrás, a pouco mais de 150 centésimos de segundo. A sessão trouxe algumas surpresas: Jenson Button foi quarto com o Honda, enquanto que logo a seguir ficou o Toro Rosso de Sebastien Vettel. Heiki Kovalainen foi sétimo, enquanto Giancarlo Fisichella meteu o seu Force India no nono lugar da tabela. Já agora, dizer que os dois Renault foram 14º e 15º na tabela de tempos, com o espanhol a superiorizar-se ao brasileiro Nelson Piquet Jr.

Por fim, uma palavra aos Red Bull. Eu li há uns dias que o RB4 esteve em risco de não serem aprovados no "crash test" da FIA, e consequentemente, em não correr na pista australiana. Hoje vi um filme sobre a quebra de suspensão do carro de David Coulthard, apenas porque subiu umas "zebras". Será que andam a poupar dinheiro no material?

2 comentários:

WBrandt disse...

É Speeder...dinheiro eu acho que não falta, mas pra ganhar alguns décimos de segundo, os caras podem estar colocando os próprios pilotos em risco com materiais de qualidade duvidosa. E essa história de utilizar material onde não se deve (como soldas em barras de direção etc.), já conhecemos e sempre torcemos para que não se repita.

Marcos Antônio Filho disse...

Se a FIA tiver bom senso,eles retiram a Red Bull da corrida,para investigar melhor essas suspenções.Depois ocorre um acidente grave na corrida,ai eu quero ver...