quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Noticias: Felix da Costa não correrá na Rahal em 2022


A ideia de António Félix da Costa poder correr na IndyCar em 2022 é altamente improvável, O próprio piloto afirmou esta quinta-feira à motorsport.com que tem 90 por cento de certeza que não correrá na IndyCar em 2022. Do lado da equipa, Bobby Rahal mostra alguma amargura por não ter convencido o português a alinhar na sua equipa, e de uma certa maneira, foi por isso que convenceu o dinamarquês Christian Lundgaard a juntar-se na equipa. 

Não correrei com a IndyCar no próximo ano, ou pelo menos se ainda houver algo em jogo, tenho 90 por cento de certeza que não correrei com a IndyCar no próximo ano.", começou por dizer o piloto português, que neste final de semana, lutará pelo título na formula E em Berlim.

Definitivamente não [correrei] com a equipa de Bobby, à qual tenho que agradecer muito por ter me dado o teste e então eles realmente buscaram a oportunidade de estar em um carro em tempo integral no próximo ano. Mas infelizmente as coisas não deram certo entre nós, principalmente por causa do tempo, para ser honesto. Eles queriam uma resposta em um momento em que eu não poderia dar e, infelizmente, eles tiveram que se mover em uma direção diferente. É algo que, pelo menos com o Bobby, não vai acontecer no próximo ano.

Rahal disse ao Motorsport.com que continuaria interessado em contratar o piloto português num futuro proximo.

"Obviamente, ele é muito bom, não é? Mas acho que ele tem oportunidades na Europa, e não necessariamente na Fórmula E, que são interessantes para ele. E eu acho que se você faz uma série em particular por um tempo, você está sempre procurando por algo diferente, e talvez algo que também seja melhor do que o que você já fez.", começou por dizer.

Acho que IndyCar é definitivamente interessante para ele, mas é uma das poucas séries que o interessam, e ele tem oportunidades porque seu histórico fala por si. Ele é um piloto muito procurado por várias equipes em várias séries e por um bom motivo. Então, sim, estou desapontado por não termos conseguido colocar algo junto com ele. Ele fez um bom teste para nós na Barber, ele é um jovem muito pessoal - ele basicamente verifica todas as caixas do que um dono de equipe está procurando em um piloto, certo? Mas nunca se sabe: talvez um dia possamos fazer um acordo.", concluiu.

Sem comentários: