quinta-feira, 15 de julho de 2021

Apresentações 2022: O novo chassis da Formula 1


Esta quinta-feira, em Silverstone, apareceu a nova era da Formula 1. Dizendo melhor... o carro que os pilotos usarão a partir de 2022. Considerado como "o carro de corrida mais futurista de todos os tempos", o chassis foi apresentado com toda a pompa e circunstância no canal da Formula 1 no Youtube por Ross Brawn e Nicholas Tombazis, curiosamente, os projetistas dos Ferrari vencedores na primeira década do século XXI. 

As grandes alterações em relação aos carros atuais é que terão efeito solo, rodas de aro 18 polegadas, menos apêndices aerodinâmicos, novos desenhos das asas dianteiras e traseiras, para cortar no "ar sujo" que faz turbulência nas traserias dos carros e impede uma aproximação entre eles sem ser através da asa móvel, entre outros, alterações essas que farão do carro um pouco mais pesado que atualmente, mas no qual Brawn promete que haverá maior competitividade, com mais lutas por posição, bem como cortar nos custos de construção dos chassis. Em suma, uma nova era na Formula 1.

"Este é o início de uma nova jornada, uma nova filosofia, uma nova cultura, onde a capacidade de corrida desses carros será vital para o futuro da Formula 1", começou por dizer Brawn. “E por que fazemos isso? Fazemos isso porque queremos entreter os fãs, queremos envolver os fãs e queremos que novos fãs entrem [neste] desporto. Este é um novo capítulo único no nosso desporto. E essas regulamentações evoluíram para fazer da Formula 1 o maior espetáculo de corrida absoluto e para empurrar nosso desporto para a vanguarda da cultura e entretenimento globais.", continuou.


Já Tombazis enfatizou os aspectos técnicos dos novos chassis e espera que isto traga maior competitividade nas corridas. 

"Queremos tornar mais possível os carros correrem e seguirem uns atrás dos outros e ter batalhas mais emocionantes", começou por dizer Tombazis. “Queremos ter pneus que permitam às pessoas lutar umas contra as outras sem se degradar ou dar apenas um pequeno intervalo para o piloto de trás atacar. Estes [chassis] são mais simples do que os carros atuais porque muitos dos pequenos componentes foram removidos, especialmente na frente dos sidepods, as asas dianteiras são mais simples.", continuou.

"Há um difusor passando por baixo do carro - um tipo de canal de venturi. Há túneis sob os sidepods da frente para a parte de trás.", continuou a explicar.


Jean Todt, o presidente da FIA, falou de um momento entusiasmante para a competição. Ele deu as boas vindas aos fãs nesta nova era que espera ser brilhante:

A Formula 1 sempre foi um laboratório para a inovação e em 2022 iniciará um novo capítulo com esta mudança de regulamentações. A magia da Formula 1 é ver homem e máquina a competir no limite e este regulamento foi pensado para permitir que os pilotos possam ter mais lutas em pista. Isto, juntamente com as novas regras orçamentais, deverá permitir que todos os pilotos e equipas possam ter oportunidade de lutar pelas primeiras posições.

Agora é esperar pelo inicio do ano que vêm para ver os novos chassis e reparar até que ponto eles serão ou não muito diferentes deste que foi apresentado nesta tarde. 

Sem comentários: